quinta-feira, 23 de março de 2017

Acusado de roubo qualificado e homicídio e preso em Arcoverde

Por volta das 12:00 horas de hoje, a equipe malhas da lei da Policia Militar desta cidade juntamente com a Polícia Civil da delegacia municipal de Arcoverde deram cumprimento ao Mandado de prisão expedido pela comarca de Arcoverde em desfavor de Cícero Cristian Barbosa de Lima Junior, volto: "Gilu",  de 22 anos, extraído do processo numero 0003930-41.2016.8.17.0220 pela prática de HOMICÍDIO QUALIFICADO, aqui no São Cristóvão, em Arcoverde/PE. 
O mesmo é suspeito também de vários roubos a transeuntes no centro desta cidade. O acusado será encaminhado ao presidio Advogado Brigo Alves, nesta cidade.

Fonte Policia Civil

Polícia recupera objetos furtados da Fundação Terra.

A Polícia Civil prendeu na tarde de ontem  (22), Jailson da Silva Araújo, 39 anos,  com quem foram recuperados um monitor, teclado, caixas acústicas e outros objetos, subtraídos da Fundação Terra, na madrugada do dia 21/03/2017. 

Os objetos estavam sob sua posse em um imóvel situado na Rua 16 de Setembro,  no bairro São Cristóvão,  conhecido ponto de comercialização de entorpecentes.  Segundo o delegado Henrique Paiva, que comandou as diligências,  algumas ferramentas subtraídas na ação foram encontradas com o adolescente infrator D. B., de 14 anos,  o qual confessou ter cometido o furto a mando do autuado,  para quitar uma dívida de drogas. 

O menor é reincidente na prática de atos infracionais e já havia contra ele Mandado de Internação expedido pela Vara Regional da Infância e Juventude de Arcoverde,  que foi cumprido por ocasião de sua condução à Delegacia pela Polícia Militar.  

O adolescente responderá Boletim de Ocorrência Circunstanciado.  Jailson será apresentado em audiência de custódia, e deverá ter a prisão preventiva solicitada pela autoridade policial.  A Polícia Civil informou ainda que continuará as diligências para identificar um segundo envolvido na receptação dos objetos do crime.

POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO  - DINTER 2 - 19° DESEC  - DELEGACIA DE POLÍCIA DA 156° CIRCUNSCRIÇÃO  - ARCOVERDE

quarta-feira, 22 de março de 2017

Deputado de Arcoverde votou a favor na proposta que amplia a terceirização

Polêmica, proposta aprovada esta noite (22) pela Câmara regulamenta a terceirização e o trabalho temporário no país. O texto foi aprovado, sob protesto da oposição, por 231 votos a 188. Foram registradas 8 abstenções. Entre outras coisas, o projeto de lei (PL 4302/98) permite a terceirização até da atividade-fim de uma empresa. Ou seja, uma escola poderá terceirizar não apenas o serviço de limpeza, mas a contratação de seus professores, por exemplo. Ainda falta a análise de destaques que podem alterar pontualmente a proposição apoiada pelo governo. 

 A aprovação foi polêmica não só pelas críticas da oposição, para quem a medida representa um claro salvo-conduto para a precarização da mão de obra no país, mas também porque não houve o aval da maior parte dos atuais senadores.
No sistema legislativo brasileiro, as leis são feitas mediante a aprovação das duas casas que formam o Congresso, a Câmara e o Senado.

O projeto que está no Senado também pode ser votado nos próximos dias. Com isso, Temer pode combinar a sanção e veto de trechos dos dois textos.
O projeto que agora vai à sanção de Temer traz bem menos salvaguardas para o trabalhador do que o debatido em 2015.
Desaparece, por exemplo, a obrigação de que a empresa que encomende trabalho terceirizado fiscalize regularmente se a firma que contratou está cumprindo obrigações trabalhistas e previdenciárias. Desaparecem também, restrições à chamada "pejotização", que é a mudança da contratação direta, com carteira assinada, pela contratação de um empregado nos moldes da contratação de uma empresa (pessoa jurídica) prestadora de serviços.
Ao defender o projeto de 1998, Maia afirmou "que muitas salvaguardas que foram criadas por bem têm gerado mais desemprego no Brasil e mais emprego no exterior".

Veja como cada deputado de Pernambuco votou: 



Fonte :
Folha de S.Paulo

terça-feira, 21 de março de 2017

Depois de manifestação, aulas do curso de psicologia na AESA continuam com os professores atuais

Os alunos do curso de psicologia da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (AESA) foram recebidos na manhã de hoje (21) pelo diretor presidente da Autarquia, Roberto Coelho. Eles haviam realizado ontem uma manifestação contra a saída de dois professores, para a entrada de um outro professor no curso.

De acordo com Roberto, em conversa com a nossa reportagem, a reunião foi proveitosa e os alunos foram ouvidos. "Decidimos que não haverá mudanças nesse semestre. Os professores Luis Massilon e Epitácio continuam ministrando as suas cadeiras no curso. Esse é um posicionamento pedagógico. Tudo continua da mesma maneira", explicou.

Outro lado

 
Outro ponto explicado pelo professor, que tem 31 anos de trabalho na AESA, foi que os alunos alegaram que ele quer entrar para dar as aulas no meio do semestre, mas que o pedido dele, para dar aulas no curso, havia sido feito desde janeiro.

"Desde o início do curso em 2015 até o último mês de dezembro, me dediquei à coordenação pedagógica de psicologia, quando pedi afastamento. No dia dois de janeiro deste ano liguei para a coordenação do curso solicitando ir para a sala de aula para ministrar as disciplinas, o que me foi negado. Por conta dessa resposta negativa, no dia nove de janeiro de 2017 protocolei um ofício, junto ao presidente, Roberto Coelho, fazendo a mesma solicitação, mas o parecer favorável a mim só foi respondido no último dia 15 de março".


Ele também lamentou a posição dos alunos. "Não entendi o porque dessa manifestação dos estudantes. Não tenho nada contra eles, nem tenho nada contra os professores Luis e Epitácio. Os alunos não me conhecem", reclamou o professor Otávio.

Quanto ao parecer técnico que o professor tem em mãos, o presidente da AESA, Roberto Coelho, explicou que o mesmo será gerenciado junto à coordenação do curso de psicologia. Abaixo estão as imagens do parecer técnico,enviadas pelo professor Otávio José.

O professor Otávio também explicou alguns pontos desse parecer, que foi assinado pela advogada Nadja Pacheco. "É um direito meu, não quero nada além dos meus direitos. O servidor contratado - que é o caso dos dois professores citados - só pode atuar no caso do servidor efetivo não estar disponível para assumir o cargo. Eu estou disponível e sou efetivo, mas nunca fui chamado para participar da formação ou da montagem do curso de psicologia na AESA. A única vez que me convocaram era para ministrar uma disciplina fora da minha área, por isso declinei do convite".

A nossa reportagem também ouviu o professor Otávio José Rolim Júnior, também conhecido como Bomba. Ele primeiro explicou sobre o seu apelido e diz que os alunos usaram isso de forma pejorativa, no intuito de denegrir a imagem dele. "Da forma que eles utilizaram a 'bomba' nos cartazes, ficou parecendo que eu quero acabar com o curso ou que quero o mal do mesmo. Esse apelido é de família e não poderia ter sido utilizado para este fim", declarou.

 Fonte: http://www.deprimeiracategoria.com.br

Bandidos roubam moto do Circo dos Sete Anões em Arcoverde

Dando continuidade à onda de violência que estamos acompanhando e denunciando aqui no nosso blog, chegamos com mais um caso de roubo. Desta vez, as vítimas foram os artistas do Circo Pindorama, mais conhecido como o Circo dos Sete Anões.

No último domingo (19) bandidos ainda não identificados roubaram uma das motos do Globo da Morte (fotos) depois do espetáculo das 20h, aqui em Arcoverde. O circo está montado no bairro São Cristóvão, em frente ao Terminal Rodoviário.


Sem a moto, o Globo da Morte fica sem a sequência completa e, com isso, os espetáculos perdem um pouco do brilho. Muitos espectadores aguardam ansiosos pela apresentação no Globo da Morte. Os representantes do Circo Pindorama fizeram um apelo nas redes sociais: "Pedimos a ajuda de vocês para que possam compartilhar as fotos e ver se conseguimos nosso material de trabalho de volta".

Quem tiver alguma informação, pode entrar em contato através da página do Circo Pindorama no Facebook.


Fonte: www.deprimeiracategoria.com.b
Por Zalxijoane Lins, com informações de Juliano César.
Fotos: Circo Pindorama/Divulgação.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Incêndio destrói central de processamento de dados da Agência do Trabalho de Arcoverde.

A Central do Corpo de Bombeiros em Arcoverde foi acionada por populares na noite de hoje (20) para apagar um incêndio que acontecia no prédio da Agência do Trabalho de Arcoverde, na avenida Antônio Japiassú. Parte do antigo prédio, conhecido pelos arcoverdenses como Prefeitura Velha, no Centro da cidade, foi tomado pelo fogo.  
De acordo com algumas pessoas que estavam no local acompanhando o trabalho dos bombeiros, a fumaça começou a ser percebida por volta das 18h30. "A Agência só funciona até às 13h e, por isso, o fogo pode ter começado bem mais cedo e ninguém viu", explicou o comerciante José Elias Alves.

Segundo relato dos bombeiros, houve uma explosão na sala da Central de Processamento de Dados (CPD), o que destruiu equipamentos eletrônicos e a central telefônica, além de armários e cadeiras. O teto da sala está condenado, precisa ser derrubado e reconstruído, assim como as luminárias. Nenhum outro equipamento ou documento foram atingidos pelas chamas. A operação contou com quatro bombeiros militares.
O sargento Hugo, do Corpo de Bombeiros de Arcoverde, responsável pela operação na Agência do Trabalho, conversou com a nossa reportagem e explicou que, ao chegar no local havia muita fumaça e, como a Agência estava fechada, o grupamente teve que quebrar a porta de vidro e um cadeado. "Quando a fumaça dissipou, nós podemos ver que o fogo teve origem na central de informática. Fizemos a ventilação, abrindo as janelas, para fazer exatamente essa identificação de onde foi originado o fogo", explicou o militar.
Ainda de acordo com o sargento, tudo indica que o fogo começou na central de informática, mas só uma perícia vai poder identificar o que realmente aconteceu. "A gente vai ouvir o gerente da Agência e acredito que depois a Prefeitura deve dar encaminhamento - já que é um prédio municipal - para iniciar a perícia". Outro detalhe importante observado pelo sargento Hugo foi que a estrutura do prédio não ficou abalada. "O fogo não se propagou, apagou sozinho por falta de oxigênio na sala".
A nossa reportagem ainda tentou conversar no local com Márcio Pereira, diretor da Agência do Trabalho de Arcoverde, mas ele não nos atendeu, alegando estar "muito nervoso".


Fonte:http://www.deprimeiracategoria.com.br

Reportagem e fotos: Zalxijoane Lins.
Apoio técnico: Cybelle Brito.

Prefeita Madalena realiza restruturação interna no governo e cria secretaria de Cultura

Dentro do processo de valorização e fomento da cultura, a Prefeita de Arcoverde, Madalena Britto, realiza reestruturação interna no governo e cria a secretaria de Cultura, que passa a ser Secretaria de Cultura e Comunicação.

O projeto de lei passou na Câmara de Vereadores de Arcoverde, nesta segunda- feira (20). Essa já era um tema que vinha sendo estudado para a concretização efetiva da promoção das políticas públicas desde a gestão anterior, quando houve também uma sugestão de indicação de nomes como a da secretária, antes apenas de Comunicação, Teresa Padilha, pelo movimento cultural.

Jornalista por formação, Teresa desempenha um bom trânsito na cultura por onde já desenvolveu projetos de comunicação e produção cultural no município. Dessa maneira, a prefeita reorganiza o quadro e nomeará também um novo diretor de cultura, Vinícius Carvalho, assim como, o articulador de política cultural, Henry Pereira.

Vinícius e Henry são dois profissionais experientes em política pública para a cultura. Neste momento é muito importante ter duas pessoas técnicas da área, eles legitimam a luta cultural.”, pontua a secretária Teresa Padilha, que salienta ainda: “Temos muito o que fazer. A primeira providência é ouvir as demandas e discutir prioridades com a sociedade cultural dentro das suas diversas linguagens.”, diz.

Fico muito feliz de ser convidado para exercer a função, em um projeto denso. Significa uma quebra de paradigma e elevação do patamar da área de cultura. É uma área estratégica e a Prefeita Madalena aponta esse caminho pautando a implantação do sistema municipal de cultura como prioridade de governo.”, destaca Vinícius, que desempenhou entre outras funções na área pública, a de Diretor Executivo da Secretaria de Cultura do Governo Pernambuco, Diretor do Festival de Inverno de Garanhuns e Coordenador do Festival Pernambuco Nação Cultural.

Para a nova diretoria de cultura, algumas ações já fazem parte do planejamento de execução como: atividades de formação; realização de levantamento e cadastro de todos artistas, grupos e instituições por segmento de atuação; mapeamento e planejamento de ações para a área de Cultura Popular; elaboração de projeto de recuperação e gestão do Teatro; criação de novas condições de funcionamento do Cinema Rio Branco, neste ano centenário do equipamento; reconhecer Arcoverde como grande polo de cultura do Nordeste e propor idéias de melhoria do São João e demais eventos importantes.

Nossa ideia é de fomentar a cultura com o que já temos. Arcoverde é um celeiro e vamos nos aproximar das diversas expressões artísticas e culturais para compreender a história, acompanhar o que tem sido produzido e estimular as atividades que já acontecem. Além de trazer novas idéias.”, pontuou o articulador Henry Pereira, já conhecido do movimento por ter sido chefe de departamento de Cultura, da Prefeitura de Arcoverde, em 1997, e ocupou, mais recentemente, o cargo de Articulador da Política de Cultura para povos Tradicionais, na Fundarpe.

ESTRUTURA- Com a junção das duas pastas de Cultura e Comunicação, a nova estrutura não trará nenhum acréscimo em orçamento no que se refere a cargos comissionados da prefeitura, apenas existirá um nova nomenclatura para alguns departamentos.

A Secretaria de Cultura vai contar, portanto, além da Diretoria, com os Departamentos de Política Cultural e Articulação Institucional; de Patrimônio, Preservação e Memória; o de apoio às Bandas Marciais e a Divisão de Difusão e Formação. Os demais cargos de comunicação permanecem os mesmos, assim como na Secretaria de Educação, que passa a ser Educação e Esportes.

Fotos: Divulgacão