Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Aprovado Projeto de Lei de deputado arcoverdense que obriga informação de uso de agrotóxicos



De olho no uso excessivo de agrotóxicos nas plantações do País, o deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB) apresentou um projeto de lei que trata sobre o uso dos defensivos agrícolas. 

O PL 116/2015, que dispõe sobre a obrigatoriedade das indústrias que comercializam seus produtos em Pernambuco de informar, nas embalagens, sobre o uso de agrotóxico, foi aprovado em Plenário, em primeira discussão.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil é o país que mais usa agrotóxicos em suas plantações: mais de um milhão de toneladas por ano, ou 5,2 kg por habitante. Os dados da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) impressionam negativamente. No ano de 2013, os números apontam 64% dos alimentos contaminados por agrotóxicos. 

E as intoxicações notificadas e registradas pelo DATASUS, entre 2007 e 2014, somaram 34.147, sem levar em consideração subnotificações referentes ao envenenamento por pesticidas. 

No Dia Mundial da Saúde deste ano, celebrado em 8 de abril, o Inca apresentou um relatório sobre o uso de agrotóxicos nas lavouras que alerta para a gravidade do problema para a natureza, os trabalhadores e toda a população. 

E mais: o Inca aponta que o pesticida pode provocar diversos tipos de câncer. Ainda neste ano, em março, a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer publicou relatório no qual classificou cinco agrotóxicos como ‘provavelmente’ ou ‘possivelmente’ cancerígenos, dos quais três são permitidos no Brasil pela Anvisa.

Nenhum comentário

Juliano Cesar. Tecnologia do Blogger.