Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Secretário de Educação de Arcoverde faz esclarecimento sobre Processo de Seleção Simplificada



A Secretaria de Educação de Arcoverde se posicionou no final de semana sobre a decisão do Tribunal de Contas do Estado que suspendeu o Processo de Seleção Pública Simplificada para a admissão de servidores temporários pela Secretaria de Educação de Arcoverde. 

De acordo com a nota, o secretário de Educação, Kerley Lafayette, esclarece que “todas as medidas estão sendo tomadas para que o processo siga o seu trâmite normal”.  Segundo ele, “foram identificadas falhas, de ordem técnica, no edital da seleção, mas todas elas serão plenamente solucionadas”.

De acordo com o secretário de Educação, “o Tribunal de Contas do Estado (TCE), em momento algum, anulou o Processo; o que determinou foi a alteração de pontos específicos da seleção simplificada”. Segundo Kerley Lafayette, “todas as recomendações do TCE serão atendidas e as questões levantadas serão solucionadas, em sua totalidade, o mais breve possível.”

Na última semana, o conselheiro do TCE, Marco Loreto, determinou, através de Medida Cautelar, a suspensão da seleção pública organizada pela Secretaria de Educação de Arcoverde, que previa a contratação de pessoal.
Entre as falhas apontadas pelo TCE estão a ausência de envio do edital de seleção ao Tribunal de Contas, para fins de análise e revisão; Publicação do edital da seleção pública, no diário oficial, na véspera da seleção; A existência de critério de desempate que favorece candidatos que já trabalham na rede municipal de ensino.

O conselheiro Marco Loreto também condenou a ausência de reserva de vagas para portadores de deficiência; Inexistência de especificação da forma de apresentação de recursos; Ausência de previsão de inscrição à distância; Inexistência de previsão de comprovante de experiência no âmbito privado, e Especificação do salário mínimo como remuneração mensal.

Nenhum comentário

Juliano Cesar. Tecnologia do Blogger.