Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Gonzaga Patriota defende eleições gerais para solução da crise Brasileira

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) proferiu discurso nesta sexta-feira (01), da tribuna da Câmara dos Deputados, onde defendeu novas eleições gerais para o Brasil, como solução para a crise que o país vem enfrentando e acredita que apenas um novo governo eleito pelo povo, será capaz de conduzir as mudanças necessárias.

Estou defendendo as propostas de Emenda à Constituição 376/2009, do deputado rondoniense, Fernandes Amorim e 117/2011, do deputado Augusto Coutinho, de Pernambuco, para que haja, este ano, eleições gerais, de vereador a presidente da república, no Brasil. O povo brasileiro não aguenta mais Dilma, tampouco, Temer e nem parte dos políticos desta Casa, envolvidos em escândalos de todo forma. Vamos fazer aprovar um Instituto Constitucional, para eleições gerais no Brasil, no dia 02 de outubro, para que o povo brasileiro possa votar em vereador, prefeito, deputados estaduais e federais, senadores, governadores, além de um novo presidente da república para o Brasil”. Segundo o parlamentar “é isso que o brasileiro deseja no momento. Não basta tirar Dilma Rousseff e colocar Michel Temer, porque a bagunça que o país passa, continuará da mesma forma”, defendeu Patriota.

O socialista criticou o fato de, caso aconteça o impeachment da presidente Dilma Rousseff, e o vice-presidente Michel Temer assuma a presidência do país, nada mudará, pelo contrário, poderá piorar.
“A minha preocupação é tirar Dilma Rousseff e coloca Michel temer e ele com os compromissos que tem com a sua elite, nada fazer para diminuir a crise que o País atravessa. Será que o PMDB, presidido por Michel Temer fez certo em tomar a decisão de sair do governo em 3 minutos? O PMDB come no governo há 13 anos, desde o início do governo do presidente Lula! A gente tem que olhar isso bem direitinho”, avaliou Patriota.

Gonzaga Patriota ainda revelou sua preocupação em relação aos avanços sociais ainda existentes, como as bolsas Família e Renda; Minha Casa Minha Vida e, em particular, a aposentadoria dos homens e mulheres do campo, proposta de sua autoria. Michel Temer, se assumir, vai manter isto, duvido.

Quem está no parlamento há 34 anos, como eu, quem foi deputado estadual até 1986 e quem chegou aqui na Assembleia Nacional Constituinte e ajudou a fazer a Carta Magna nesta Casa, presidida por Ulysses Guimarães e, nessa época, conquistou a aposentadoria dos homens e das mulheres do campo, que hoje é a maior distribuição de renda do país, se preocupa com a situação política atual. Gostaria de revelar minha preocupação em relação a isso, esse Dispositivo Constitucional já teve três leis lhe regulamentando e ninguém sabe se em 2018, ele vai voltar a ser regulamentado por causa da situação econômica do país. Por conta desta crise. Se não o for, se acaba a aposentadoria dos homens e das mulheres do campo, a maior distribuição de renda da nossa região nordeste”, disse Gonzaga Patriota.

Nenhum comentário

Juliano Cesar. Tecnologia do Blogger.