Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Prefeitura realiza ações no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

A Prefeitura de Arcoverde, através da Secretaria de Assistência Social, realizou mais uma ação da campanha Trabalhar Não É Coisa de Criança, que faz parte da programação do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado neste domingo, 12 de junho. Para a prefeita Madalena Britto, ninguém tem o direito de fazer uma criança ou um adolescente trabalhar. “Eles devem ser protegidos, orientados e amados pelos pais ou responsáveis, para que possam ter uma infância feliz”, defendeu.

O evento aconteceu no Pátio da Feira do São Cristóvão - Lídio Cordeiro Maciel, pela manhã. Foram cadastradas 54 crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil. A secretária Patrícia Padilha explicou que foi feito um trabalho de sensibilização e informação junto aos feirantes, clientes, famílias, crianças e adolescentes sobre a realidade do trabalho infantil, uma prática que se mantém corriqueira em diversas regiões do Brasil e do mundo. “A principal arma contra o trabalho infantil é a intensa sensibilização civil contra a exploração das crianças e adolescentes, que constitui uma grave violação aos direitos humanos fundamentais”, explicou a secretária.

Esta data foi criada por iniciativa da Organização Internacional do Trabalho, uma agência vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), em 2002. De acordo com dados da UNICEF, estima-se que aproximadamente 168 milhões de crianças sejam vítimas de trabalho infantil em todo o mundo. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, cerca de 20 em cada 100 crianças começam a trabalhar a partir dos 15 anos.

O esquete teatral "Você viu a Dandinha?" em uma linguagem urbana buscou proporcionar a reflexão sobre a importância de ser criança. A entrega dos cata-ventos simbolizou os cinco continentes juntos, em nível mundial no Combate ao Trabalho Infantil. Na busca da garantia dos direitos foi criado um espaço lúdico para que as crianças e os adolescentes pudessem visualizar como o trabalho infantil é prejudicial ao seu desenvolvimento.

Fotos: Divulgação

Nenhum comentário

Juliano Cesar. Tecnologia do Blogger.