Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Arcoverde: vereadores eleitos declararam gastos de R$ 221 mil

Os 10 vereadores eleitos para a Casa James Pacheco em Arcoverde no pleito de 2 de outubro passado, declararam despesas da ordem de R$ 221.653,69 segundo revela o site do Tribunal Superior Eleitoral sobre as prestações de contas das eleições 2016.

A vereadora mais votada, a Dra. Cybele Roas (PP) também liderou os gastos que, segundo declaração feita ao TSE, chegaram ao montante de R$ 45.356,27. Ela teve 2.039 votos, o que dá um valor de R$ 22,24 de despesa por voto fazendo uma divisão direta. Em segundo lugar vem o novato Siqueirinha (PSB), com despesas declaradas de R$ 45.013,82.

O veterano Everaldo Lira (PMDB) ficou na terceira colocação com despesas da ordem de R$ 27.153,30 sendo seguido pela vereadora Célia Cardoso (PSB) com R$ 25.706,62 de despesas declaradas à Justiça Eleitoral. O quinto vereador eleito de acordo com as despesas foi o também novato Heriberto do Sacolão (PTN) com gastos de R$ 21.080,00.

Já a vereadora veterana Luiza Margarida (PMDB) declarou despesas de apenas R$ 16.547,97 ficando na sexta posição em termos de gastos de campanha. Na sétima colocação vem a novata Zirleide Monteiro (PTB) com R$ 14.745,05; na sequência a vereadora de segundo mandato Cleriane Medeiros (PRTB) com despesas de R$ 12.147,02.

Geraldo Vaz (PSD) que volta à Câmara de Vereadores declarou gastos de campanha de R$ 9.806,62. O também novato João Taxista (PRP), e que surpreendeu nas urnas com 1.653 votos, declarou gastos de apenas R$ 4.097,02 ( daria R$ 2,47 por voto). O limite de gastos da campanha de vereador em Arcoverde foi de R$ 45.880,10.
 
Fonte: afolhadascidades.com.br

Nenhum comentário

Juliano Cesar. Tecnologia do Blogger.