Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Estudantes da AESA protestam por melhores condições de ensino

A falta de estrutura, segurança, climatização e até limpeza está mobilizando os estudantes da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde, particularmente os alunos da ESSA (Escola Superior de Saúde) para um protesto que ocorrerá na próxima segunda-feira (12). a concentração do protesto está marcado para começar às 07h40 na entrada da AESA. 

Segundo nota divulgada nas redes sociais, o movimento é “pacífico em prol da melhora da Autarquia, sendo frisada a estrutura da mesma, organização, segurança, limpeza, comprometimento e outros problemas que a Autarquia vem apresentando”.
Segundo a denúncia dos alunos, muitos estudantes precisam se retirar da instituição para poder assistir algumas aulas que estão na grade curricular do curso, já que a Autarquia não tem estrutura adequada para a realização das aulas.

Entre os exemplos citados na convocação do protesto, eles citam o curso de farmácia que não tem laboratórios para as aulas práticas. “Os alunos precisam realizar suas práticas, o curso necessita desses laboratórios, mas eles não saem do papel e acabamos ficando sem ter as aulas que são importantes para nossa formação”, desabafou um dos alunos do curso.
Eles também reclamam que os alunos da escola de saúde que assistem aulas no horário da manhã ainda sofrem com a falta de climatização já que os velhos ventiladores tornam impossível o professor dá aulas já que ligados os mesmos fazem muito barulho.

Outra reclamação vem do curso de Psicologia que já está bastante avançado com turma no 6° período. Os alunos protestam que necessita de uma clínica para a realização dos estágios e ainda não foi iniciada a obra.

“Diante de tantos descasos com os cursos e com os estudantes por parte da autarquia que tem a Prefeitura de Arcoverde como mantenedora, vamos para as ruas denunciar a situação precária dos cursos e cobrar providências dos poderes públicos. Não podemos pagar a conta do descaso, pois já pagamos a conta das mensalidades que não são baratas”, disse um dos participantes do movimento.

 Fonte: http://www.afolhadascidades.com.br/

Nenhum comentário

Juliano Cesar. Tecnologia do Blogger.