Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Projeto Boa Visão beneficiará alunos reeducandos do Centro de Ressocialização de Arcoverde e do Agreste

Pela primeira vez, o Projeto Boa Visão, iniciativa do Governo de Pernambuco, por meio das secretarias estaduais de Saúde (SES) e Educação (SEE), contemplará estudantes reeducandos. A ação beneficiará o Centro de Ressocialização do Agreste, em Canhotinho. Ao todo, 100 pacientes passaram por uma triagem prévia e, desses, 80 serão consultados por oftalmologistas na Unidade de Atenção Especializada (UPAE) de Garanhuns. O Boa Visão atua ofertando consultas e exames oftalmológicos para alunos e profissionais da rede estadual de saúde. Quando necessário, são cedidas lentes corretivas gratuitamente pelo Lafepe.
 
As primeiras consultas dos reeducandos estão agendadas para esta segunda-feira (13.08). Uma segunda agenda está marcada para 28 de agosto. “O Boa Visão tem o objetivo é melhorar o desempenho dos alunos em sala de aula e dar mais qualidade de vida para eles. Essa ação com os estudantes do Centro de Ressocialização do Agreste ajudará ainda mais na reinserção desse público na sociedade”, afirma a coordenadora do Projeto Boa Visão na Saúde, Mayra Ramos.
 
INICIATIVA – O Projeto Boa Visão é um programa do Governo de Pernambuco que busca melhorar o desempenho e desenvolvimento das crianças e jovens em idade escolar e dos profissionais da educação, contribuindo para aumentar o rendimento em sala de aula, evitando a evasão escolar. Até o momento, mais de 101 mil estudantes foram beneficiados. Ainda foram entregues mais de 63 mil lentes corretivas.
 
Além de mutirões, o Projeto Boa Visão oferta consultas, rotineiramente, nas UPAEs de Limoeiro, Caruaru, Belo Jardim, Garanhuns, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e Petrolina.
 
REEDUCANDOS – A escola do Centro de Ressocialização do Agreste funciona desde 2013. São ofertadas turmas nos três turnos, tanto do ensino fundamental como do médio (Educação de Jovens e Adultos – EJA). O  corpo discente é composto por jovens, adultos e idosos na faixa etária dos 18 a mais de 60 anos.

Nenhum comentário

Juliano Cesar. Tecnologia do Blogger.